Pre-loader
MAI 30

7 dúvidas mais frequentes sobre a pílula anticoncepcional

0 comentários   |   Postado por Dra. Camila Bonacordi

dúvidas mais frequentes sobre pílula anticoncepcional

A pílula é o método anticoncepcional mais utilizado pelas mulheres. Com isso, surgem diversas dúvidas sobre o seu uso e combinações.

Atualmente, existem diversos tipos de pílulas anticoncepcionais, cada uma com suas particularidades. Porém, a maioria das dúvidas se aplicam para todos os tipos!

O objetivo deste artigo é justamente responder as 7 dúvidas mais frequentes sobre o uso de pílula anticoncepcional. Eu também inclui no final do artigo uma pergunta bônus!

Ficou em dúvida sobre mais alguma coisa? Comente aqui que eu respondo!

 

1. A pílula anticoncepcional engorda?

Não! Quem nunca escutou de alguma amiga ou conhecida que engordou com o uso do anticoncepcional? Essa é a dúvida mais comum sobre as pílulas.

Apesar disso, nenhum estudo científico comprovou esta relação entre o uso da pílula e o ganho de peso.

O que acontece é que, em algumas mulheres, o uso dos hormônios sintéticos (componentes das pílulas), provocam retenção de líquido e a falsa sensação de ganho de peso.

Caso você apresente inchaço ou retenção de líquido, é possível trocar a pílula para outra com efeito mais diurético ou até mesmo outro método anticoncepcional.

 

2. Os antibióticos cortam o efeito do anticoncepcional?

Esta é uma dúvida muito importante, pois alguns medicamentos podem sim cortar o efeito da pílula!

Alguns antibióticos como a rifampicina (usada para tratamento de tuberculose), a eritromicina e a claritromicina podem diminuir o efeito do anticoncepcional.

Determinados antifúngicos, anticonvulsivantes e medicamentos para tratamento do HIV e Hepatite C também podem reduzir a absorção da pílula.

Por isso é fundamental informar sua médica quando tomar antibiótico diferente do habitual e assim avaliar a necessidade de associação com outro método contraceptivo durante o uso do antibiótico.

 

3. Os vômitos ou diarreia podem cortar o efeito da pílula anticoncepcional?

Sim! Quem nunca passou mal com vômitos ou diarréia? Você sabia que eles podem interferir no efeito da pílula anticoncepcional?

Os vômitos ou a diarréia intensa podem comprometer a absorção completa do anticoncepcional.

Se ocorrer um episódio de diarreia intensa ou vômitos nas primeiras 3 a 4 horas após a ingestão de um comprimido, podemos considerar como se você não tivesse tomado a pílula naquele dia.

Nestes casos, sempre avise o seu ginecologista para que você tome a conduta mais adequada, a depender do dia da cartela em que houve o episódio!!

 

4. É preciso fazer um descanso da pílula anticoncepcional após meses ou anos de uso?

Esta dúvida é um dos maiores mitos que circulam sobre os anticoncepcionais!

Não!!!!! O anticoncepcional não necessita de períodos de descanso!

O risco de trombose associado ao uso das pílulas combinadas é maior no primeiro ano de uso. Portanto, as pausas sem indicação médica podem inclusive aumentar o risco de trombose nas pernas e irregularidade menstrual!

duvidas frequentes sobre pilula anticoncepcional

5. Faz mal emendar a cartela do anticoncepcional?

Mais um mito muito comum sobre pílulas anticoncepcionais!

Emendar as cartelas não causam nenhum prejuízo as mulheres. No entanto, se o intuito for não menstruar, o ideal seria trocar para uma pílula contínua que não tenha pausa.

Isso porque, ao usar mais do que 3 cartelas seguidas do anticoncepcional que tem pausa, podem ocorrer escapes ou sangramentos irregulares.

Mas fique tranquila! A emenda não faz mal ao organismo!

 

6. Quando estou na pausa da pílula anticoncepcional e tenho relação sexual sem preservativo, posso engravidar?

Essa é uma dúvida recorrente sobre pílula anticoncepcional! 

O uso correto do anticoncepcional bloqueia a ovulação e, quando não há ovulação, a mulher não é capaz de engravidar.

Sendo assim, se você está nos dias de pausa da pílula e tomou todos os comprimidos diariamente no mesmo horário, não há risco de engravidar nesse período de pausa.

Agora, se o uso foi incorreto ao longo do mês, o risco de gestação ocorre não só nos dias de pausa, como nos outros também! Fique atenta!!

 

7. A pílula anticoncepcional aumenta o risco de trombose?

Sim, os anticoncepcionais combinados, aqueles que contém estrogênio e progesterona, podem aumentar o risco de trombose nas mulheres.

A causa ainda não está muito bem estabelecida, mas sabe-se que este risco é maior no primeiro ano do uso da pílula.

Apesar disso, as tromboses são raras. Estima-se que a pílula aumente o risco de trombose em 2 a 3 vezes, ou seja, passa de 2 a 3 casos a cada 10 mil pessoas para 5 a 9 eventos a cada 10 mil.

Fatores como trombofilias, idade e o tabagismo interferem na hora de escolher o método anticoncepcional. Além de não ser recomendado períodos de pausa maiores que 1 mês ou a troca excessiva dos métodos.

 

8. Pergunta bônus: Qual a melhor pílula anticoncepcional para pele oleosa?

De modo geral, o melhor tipo de pílula para pele oleosa são os contraceptivos combinados (contendo estrógeno e progesterona)!

Fiz um post bem legal sobre isso! Clique aqui e confira!

 

Conclusão:

Agrupamos neste artigo as 7 dúvidas mais frequentes sobre pílula anticoncepcional.

Explicamos que diarréia, vômitos e alguns antibióticos podem sim cortar o efeito dos anticoncepcionais!

Respondemos também dúvidas sobre emendas de cartela, pausas e riscos associados!

Espero que vocês tenham gostado! Um beijo a todas!

IMPORTANTE: Somente médicos devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. Agende uma consulta para maiores informações.

Compatilhe:

Artigos

VoltarVoltar

0 Comentários

Seja a primeira a comentar!

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Campos de preenchimento obrigatório marcados com asterisco.